e62 3229-2610 3224-9932
d

Notícias

ANTIBIÓTICOS: USO INDISCRIMINADO DEVE SER CONTROLADO

Publicado em : 14/11/2018

Fonte : Anvisa -

Antibióticos: uso indiscriminado deve ser controlado


Objetivo é evitar o surgimento de bactérias resistentes a tratamentos usados atualmente. O tema é foco da Semana Mundial de Uso Consciente de Antibióticos.
 

Embora pareçam inofensivos, a automedicação e o uso indevido de antibióticos e outros medicamentos causam sérios problemas à saúde pública. Isso porque o consumo inadequado de certos produtos farmacêuticos provoca o que as autoridades sanitárias chamam de resistência antimicrobiana, fenômeno caracterizado pelo desenvolvimento de superbactérias capazes de resistir aos efeitos dos tratamentos das doenças.  

Essa resistência acontece quando bactérias são expostas, repetidas vezes, ao uso de um ou mais produtos, como antibióticos e antivirais, entre outros. Com o tempo, esses produtos deixam de ser eficazes contra os agentes etiológicos que causam as enfermidades, e os medicamentos passam a ser limitados no combate à doença.  

O problema é tão sério que mobiliza governos em todo o mundo, pois gera uma série de consequências para toda a população, como o prolongamento de doenças e o aumento da taxa de mortalidade e internações hospitalares, bem como a ineficiência de terapias preventivas. 

 

Plano de Ação    

Para enfrentar essa situação, a Organização Mundial da Saúde (OMS) lançou, em 2015, o Plano de Ação Global em Resistência a Antimicrobianos, que serviu de base para diversos países traçarem suas estratégias.   

A resistência ocorre mais frequentemente com antibióticos, mas também afeta antivirais, antifúngicos e antiparasitários. Antimicrobiano é o nome comum para todos estes medicamentos. 

No Brasil, a elaboração de um Plano de Ação Nacional envolve diversos órgãos, em uma parceria entre a Anvisa e os ministérios da Saúde, Agricultura, Ciência e Tecnologia e Meio Ambiente. 

Como complemento às estratégias nacionais, a Anvisa elaborou um plano de ação próprio, indicando o papel da vigilância sanitária nos esforços do país para a prevenção e o controle da resistência aos antimicrobianos, com atividades previstas até 2021.  

O plano foi construído no âmbito da Comissão de Vigilância Sanitária em Resistência aos Antimicrobianos e contou com a participação de 20 áreas da Agência.   

 

Objetivos da Anvisa 

Para conter o problema no país, foram estabelecidos nove objetivos, que incluem ações de conscientização da sociedade e de capacitação sobre a resistência antimicrobiana, voltada para profissionais de saúde, serviços e gestores do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS).  

Outros objetivos são: aprimoramento da rede nacional de laboratórios para o monitoramento e a vigilância em resistência aos antimicrobianos; ampliação do conhecimento relacionado ao tema, por meio de estudos e pesquisas; desenvolvimento de trabalho conjunto com o Ministério da Saúde na definição de uma política abrangente de prevenção e controle de infecções; e redução da incidência de infecções.  

Também estão previstas medidas que visam qualificar as prescrições médicas de antimicrobianos e reduzir o uso indiscriminado desse tipo de medicamento, além de aprimorar ações regulatórias a respeito da presença dos resíduos desses produtos em alimentos.  

Esse conjunto de ações visa uma mudança de comportamento nos próximos anos, com vistas à redução do uso incorreto de antibióticos e outros produtos, com consequente queda das infecções e dos riscos causados à população.  

 

Dados mundiais  

Se medidas não forem tomadas, estimativas indicam que em 2050 uma pessoa morrerá a cada três segundos em consequência de agravos causados por resistência aos antimicrobianos, o que representará 10 milhões de óbitos por ano, ultrapassando a atual mortalidade por câncer (8,2 milhões de mortes/ano). 

Com relação ao uso desses produtos, entre 2000 e 2010 foi registrado um aumento de 36% no consumo de antimicrobianos em 71 países, sendo que Brasil, Rússia, Índia, África do Sul e China responderam por três quartos (75%) desse crescimento.     

No Brasil, somente em 2015, foram comercializadas 73 milhões de embalagens de antimicrobianos, de acordo com dados do Sistema de Acompanhamento do Mercado de Medicamentos (Sammed).  

 

Mobilização  

O enfrentamento do problema requer a participação de toda a sociedade. Nesse sentido, a OMS promove a Semana Mundial de Uso Consciente de Antibióticos, que, neste ano, ocorre de 12 a 18 de novembro de 2018. Com o tema: “A mudança não pode esperar. Nosso tempo com antibióticos está se esgotando”, a mobilização chama a atenção das pessoas para a necessidade de busca de orientação antes do uso de antibióticos. 

  

Leia mais: 

Semana Mundial de Uso Consciente de Antibióticos (http://portal.anvisa.gov.br/antibioticos)


Por: Ascom/Anvisa
Publicado: 13/11/2018 13:31
Última Modificação: 13/11/2018 16:04

 

Notícias

CANCELADO REGISTRO DE 17 MODELOS DE GLICOSÍMETROS

18/12/2018 Anvisa
Cancelado registro de 17 modelos de glicosímetros

HORA DE PACIFICAR

12/12/2018 O POPULAR

LOTES DE MEDICAMENTOS SÃO SUSPENSOS POR IRREGULARIDADES

10/12/2018 Anvisa
Lotes de medicamentos são suspensos por irregularidades

CONTE COM O SINCOFARMA-GO,PARA REGULARIZAR A DOCUMENTAÇÃO DA SUA EMPRESA

07/12/2018 Sincofarma-Go
CONTE COM O SINCOFARMA-GO, PARA REGULARIZAR A DOCUMENTAÇÃO DA SUA EMPRESA

VENDA DE MIP EM SUPERMERCADO TERÁ AUDIÊNCIA PUBLICA

22/11/2018 Sincofarma-Go
VENDA DE MIP EM SUPERMERCADO TERÁ AUDIÊNCIA PÚBLICA

CONVOCAÇÃO - ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DIA 28-11

19/11/2018 ADMINISTRAÇÃO SINCOFARMA

ABRANGÊNCIA NACIONAL DAS RECEITAS MÉDICAS

14/11/2018 TV BRASIL CENTRAL

NOVA LEI DERRUBA RESTRIÇÃO E DÁ ABRANGÊNCIA NACIONAL ÀS RECEITAS MÉDICAS

13/11/2018 Goiás Empresas

RECEITUÁRIO DE MEDICAMENTOS PASSA TER VALIDADE EM TODO TERRITÓRIO NACIONAL

09/11/2018 Diário Oficial da União
RECEITUÁRIO DE MEDICAMENTOS PASSA TER VALIDADE EM TODO TERRITÓRIO NACIONAL

LEI Nº 10.272, DE 05 DE NOVEMBRO DE 2018

08/11/2018 GABINETE DO PREFEITO IRIS REZENDE
LEI Nº 10.272, DE 05 DE NOVEMBRO DE 2018

NOVO DNS (WEBSERVICE) DO SISTEMA AUTORIZADOR DO PROGRAMA FARMÁCIA POPULAR

06/11/2018 Ministério da Saúde
Novo DNS (Webservice) do sistema autorizador do Programa Farmácia Popular

EMPRESÁRIOS, AGORA VOCE PODE FAZER O CARTÃO SESC, CONTACTE-NOS !

23/10/2018 Sincofarma-Go
EMPRESÁRIO , AGORA VOCE PODE FAZER O CARTÃO SESC, CONTACTE-NOS

ANVISA SUSPENDE 10 PRODUTOS DA EMPRESA BIOTEC

22/10/2018 Anvisa
SUSPENSOS DEZ PRODUTOS COSMÉTICOS DA EMPRESA BIOTEC

SIBUTEROL É CONSIDERADO PELA ANVISA MEDICAMENTO CLANDESTINO

22/10/2018 Anvisa
PROIBIDO MEDICAMENTO CLANDESTINO -  " SIBUTEROL "

Convênio Sesc/Senac

22/10/2018